Suspeito de homicídio de procurador Marcelino Vilanculos é "recapturado na cadeia"


Um arguido procurado há quatro anos pela justiça moçambicana por alegado envolvimento no homicídio de um procurador foi recapturado numa cadeia do centro do país com uma identidade falsa e a cumprir pena por outro crime, anunciaram as autoridades.

Em comunicado a que a Lusa teve hoje acesso, o Serviço Nacional das Prisões (Sernap) de Moçambique avança que Abdul Afonso Tembe foi recapturado no Estabelecimento Penitenciário Regional do Centro, na província de Manica, ostentando o nome de Lúcio António Ferreira.

Abdul Afonso Tembe cumpria uma pena de 12 anos e dois meses de prisão a que foi condenado por roubo qualificado, associação para delinquir e posse de armas proibidas.

"O Serviço Nacional Penitenciário, em coordenação com os demais órgãos de administração de justiça, vinham desenvolvendo ações de busca e recaptura do foragido, o que culminou com a confirmação de que o réu Lúcio António Ferreira é o mesmo que responde pelo nome de Abdul Afonso Tembe, supostamente envolvido no assassinato do procurador da República Marcelino Vilanculos", refere a nota.

O comunicado avança que o arguido foi transferido para a província de Maputo, onde deve responder pelo seu alegado envolvimento na morte do magistrado. O arguido fugiu da cadeia na província de Maputo no dia 24 de outubro de 2016, deixando pendentes "os autos de instrução preparatória" abertos na sequência do homicídio de Marcelino Vilanculos. O Procurador Marcelino Vilanculos, foi assassinado em Abril de 2016.

111 views0 comments

Subscribe our newsletter

  • facebook

Ficha técnica

Director Editorial: Luís Nhachote (+258 84 4703860)

Editor: Estacios Valoi 

Redaçao: Germano de Sousa, Palmira Zunguze e Nazira Suleimane

Publicidade: Jordão José Cossa (84 53 63 773) email jordaocossa63@gmail.com

 

NUIT: 100045624

Nr. 149 GABIFO/DEPC/2017/ MAPUTO,18 de Outubro  

Endereço Av. Cardeal Don Alexandre dos Santos 56 (em Obras)

© By BEEI